Eduardo Alencar, lamenta e repudia o brutal assassinato de Bernadete Pacífico, líder Quilombo Caipora, em Simões Filho

É com profunda consternação e indignação que repudio veementemente o brutal assassinato da líder do Quilombo Caipora em Simões Filho, Bernadete Pacífico.

Bernadete Pacífico era uma mulher corajosa e dedicada, que lutou incansavelmente pelos direitos e pela preservação da cultura quilombola. Foi secretária da Promoção da Igualdade Racial de Simões Filho durante minha administração e por onde passou deixou o seu legado de força e resistência. Sua partida prematura é uma perda irreparável não apenas para sua comunidade, mas para toda a sociedade, que perde uma voz valiosa na busca por justiça social e igualdade.

É urgente que medidas sejam tomadas para garantir a segurança das comunidades quilombolas e de todos aqueles que dedicam suas vidas à promoção da inclusão e da diversidade.

Neste momento de luto e tristeza, prestamos nossas mais sinceras condolências à família, amigos e companheiros de luta de Bernadete. Que sua memória permaneça viva e inspire a continuação da batalha por um Brasil mais justo e igualitário, onde a violência e a intolerância não tenham espaço.

Fonte: Instagram_Oficial_Eduardo_Alencar

“O seu apoio mantém o jornalismo vivo. O jornalismo tem um papel fundamental em nossa sociedade. O papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro.

Esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional.

Precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos.”

Copyright © 2019, Redação Nacional. Todos os direitos reservados.

Deixe o primeiro comentário