Eleições 2024: Dinha, o timoneiro da Boa Terra Boa Gente vê tripulação em pé de guerra

ELEIÇÕES 2024: Hoje a “Taboa da Maré”, foi de mar agitado, tsunami de gritaria, desrespeito dentro do grupo político liderado pelo prefeito Diógenes Tolentino Oliveira – Dinha como “Timoneiro”  político, em duas reuniões, sendo a última na Câmara de Vereadores, percebeu toda a tensão que envolve a acomodação das lideranças, vereadores de mandato, suplentes e secretariado, para representar a continuidade do projeto político nas Eleições – 2024, que será realizada no próximo dia 06 de Outubro.

VEREADORES, EXIGEM SAÍDA DE SID SERRA

Como já era cogitado nos bastidores, o vice-prefeito, Sid Serra, nunca teve apoio por parte dos vereadores. A confirmação foi explícita quando TODOS pressionaram o prefeito Dinha, para retirada da candidatura do pré-candidato “PIPOCO”, SID tornou-se pessoa não grata aos vereadores, uma vez que jamais conseguiu apoio na escolha do seu nome para liderar a chapa majoritária nas próximas eleições.

Até o momento a grande derrota política recai sobre o vice-prefeito Sid Serra, manchando a história e legado do ex-vereador Hélio Régis. Trata-se, em uma análise fria, pragmática de mais uma ação devastadora do estilo Diógenes Tolentino de Oliveira, com sua condução centralizadora, firma-se como regra o abandono aos aliados, àqueles que deram sustentação política ao projeto por ele liderado. Terá Sid Serra, equilíbrio para dar a volta por cima diante de um cenário tão desfavorável…? Só o tempo dirá, o jogo político não é para amadores.

PSDB É ENTREGUE…?? ou foi “tomado”…?

Hélio Régis, até então presidente do PSDB em Simões Filho, mantendo a dignidade que marcou a sua trajetória política, decidiu abandonar o comando do PSDB e o entregou o partido ao prefeito Dinha, por não concordar com a condução do processo, e a humilhação política do vice-prefeito, e seu filho,  Sid Serra, o “Pipoco”.

Segue abaixo, a composição elaborada pelo líder Dinha, o “TIMONEIRO” da Boa Terra Boa Gente, responsável por manipular os sonhos e desejos políticos de tantos que lhes emprestaram incondicional apoio  nos últimos 8 anos.

Entre parêntese, está o atual partido do candidato.

PDT – PARTIDO DEMOCRÁTICO E TRABALISTA

Eri Costa, Everton Paim – (MDB) e Roberto Souza – (Podemos)

UB – UNIÃO BRASIL

Genivaldo Lima – (União Brasil), Everton das Placas – (União Brasil), Pedro da Kombi, (União Brasil) e Adailton Caçambeiro, (PSDB)

PSDB – Partido da Social Democracia Brasileira

Orlando Amadeu – (PSDB), Carlos Neto – (MDB), Itu´s Ramos – (PSDB), Evan Jorge

PRD – Partido da Revolução Democrática

Móises Santos – (PP), Neivaldo Scavelo – (PP)

DC – DEMOCRACIA CRISTÃ

Joel Cerqueira – (PSD), Belo Gazineu – (PSD) e Deni da Metalúrgica – (PSD), integram o bloco dos vereadores, eleitos pela oposição em 2020 e que migraram para a base de apoio, à gestão, dita, Boa Terra Boa Gente, todos foram acomodados em uma mesma legenda. Cabe aos analistas políticos avaliarem a probabilidade de eleição de cada um dos nobres vereadores, na caça ao voto pela reeleição.

CENÁRIO é INCERTO…

O Cenário é da mais ampla incerteza à todos, assim é em todos os processos eleitorais, incluindo os Vereadores que tentarão a reeleição, após 4 anos, colocando a posição do comandante do Executivo, prefeito Dinha, acima das suas perspectivas políticas, do mesmo modo os Suplentes, que assumiram mandatos tampões, dos vereadores que tornaram-se Secretários, e dentro de alguns dias retornarão à Casa Legislativa. Todos, estão ou  ficaram em posição vulnerável, do ponto de vista político. Dentro desta “BARCA” coloca-se as lideranças, que entrarão na disputa por uma das 17 vagas no legislativo e que não contam com o apoio, irrestrito do prefeito Dinha e da primeira dama, Deputada Kátia Oliveira, (União Brasil), terão que investir suas economias, ou recorrer a empréstimos, financiamentos para darem sustentação ao projeto político eleitoral…

Na majoritária, permanece, até o momento a definição pela pré-candidatura, do Presidente da Câmara Devaldo Soares. Chama Del…!!!

Repensar, Simões Filho é cada vez mais imprescindível.

 

 

TIMONEIRO: Aquele que governa o timão das embarcações. [Figurado] Aquele que dirige qualquer coisa; guia, condutor, chefe.

 

 

“O seu apoio mantém o jornalismo vivo. O jornalismo tem um papel fundamental em nossa sociedade. O papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro.

Compromisso com a Verdade, esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional.

Precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos”

Deixe o primeiro comentário