São João – 2023: Dinha e Ailton Guerra, deram calote e, os músicos que tocaram no São João, Em Simões Filho, ainda não receberam cachê

CULTURA: Pode-se afirmar que desde 2017, quando deu-se inicio à administração, dita, Boa Terra Boa Gente, sob comando do prefeito Diógenes Tolentino Oliveira, DINHA, (MDB), que não se observa, as ações em prol do fomento, produção e políticas em prol das produções Culturais, Arte, Música, Dança, Teatro, ou quaisquer outras vertentes.

Vários são os artistas que demonstram suas insatisfações, destacamos o fotografo Diney Araújo, que tem sido uma voz que clama por uma mudança de postura da atual administração, diante da inexistência de ações em prol da produção artística em Simões Filho, abaixo, ouça uma das suas declarações, um resumido RX da atual situação, apertem o play

SÃO JOÃO – 2023

Para ilustrar, a completa falta de prioridade os artistas, produtores, que foram contratados para se apresentarem no São João – 2023, continuam aguardando o pagamento dos CACHÊS. Trata-se da comprovação da falta de capacidade administrativa do atual secretário Ailton Silva e Guerra.

Os problemas, são diversos, aliados à morosidade administrativa, segundo informações de diversos músicos, a situação é humilhante, uma vez que o valor contratado já não trazia a valorização do artista da cidade, porém o atraso é absurdo, já está próximo de completar 6 meses, e muitos passam por dificuldades, além de sentirem-se usados pela Secretária de Cultura, e também pelo Executivo, na figura de Simone Costa, SEGOV e Prefeito Dinha.

SERA…?

O questionamento dos músicos, locais, é saber se artistas como Tarcísio do Acordeon, Saia Rodada, Pablo, estão até o momento sem receber seus CACHÊS…? e, se os valores contratados são idênticos à verba dedicada a cada artista da cidade…? Será… só imaginação… Nós do Redação Nacional, ficamos aguardando contato da Secretária de Cultura ou PMSF, para dar, ao povo e à classe artística uma resposta.

RESISTÊNCIA – MASF

Todos que transitam no bairro CIA I, em Simões Filho, tem observado a ação moradores, artistas, com tinta e pincel na mão, colorindo a escadaria que liga a Avenida Elmo Serejo de Farias à rua Vereador João de Oliveira Campos.

No espaço, agora fica o MASF – Museu de Arte de Simões Filho, criação de forma conjunta entre Augusto Leal, designer e artista, de 36 anos; Luís Santos, também de 36 anos; e Jó Oliveira, de 38 anos, que também são artistas.

Imagem ilustrativa da imagem Masf: escada em Simões Filho vira museu e promoverá exposições
Imagem ilustrativa da imagem Masf: escada em Simões Filho vira museu e promoverá exposições

  Fotos: MASF

FRUSTRAÇÃO – PRIMEIRA

A classe artística chegou a imaginar que, no inicio do primeiro mandato, com a nomeação do vice-prefeito, Sid Serra, haveria uma atenção especial com a cultura. Porém, o sentimento foi de frustração, o agora, pre candidato à sucessão, Sid Serra, deixou a pasta, sem deixar saudade, ou um plano de ação.

FRUSTRAÇÃO II

A primeira sinalização dada pelo prefeito Dinha, sobre a ineficiência do seu fiel escudeiro, Sid Serra, deu-se na nomeação do atual secretário – Ailton Silva e Guerra, que na movimentação política, acabou frustrando a “natural”, nomeação do então Chefe de Gabinete, dos bastidores surgiram várias, farpas, fogo-amigo, no momento oportuno, publicaremos…

Prefeito Dinha, sempre afirma que a prefeitura nada deve, que os milhões de Reais, que colocam a cidade de Simões Filho, entre as 7 maiores economia do Estado da Bahia, assim como o seu secretário de cultural, Ailton Silva e Guerra, precisam explicar, ou melhor, efetuar o pagamento da classe artística que desde o São João estão com o pires na mão…

A cultura é falida em Simões Filho, Diney e todos da cena cultural possuem motivos para tamanha indignação e desesperança com a atual administração, dita, Boa Terra Boa Gente.

Fontes: Redação Nacional, Redes Sociais e A Tarde

O seu apoio mantém o jornalismo vivo. O jornalismo tem um papel fundamental em nossa sociedade. O papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro.

Esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional. Compromisso com a verdade

Precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos. .”

Copyright © 2019, Redação Nacional. Todos os direitos reservados

 

 

 

Deixe o primeiro comentário