Atletas do tênis de mesa e do jiu jitsu viajam com apoio da Sudesb para competições nacionais

Como o melhor ranqueado do nordeste nas categorias sub-21, absoluto B e rating D, Iuki vai disputar suas provas nos três dias. Ele vem de bons resultados no Campeonato Brasileiro de Tênis de Mesa, disputado em abril em Recife, no Pernambuco: campeão sub-21; 3º lugar na absoluto A, categoria mais forte do país; e 3º lugar na rating C.

Foto: Reprodução/FTMB

“Essa competição é de muita importância na minha carreira como atleta, porque estarei jogando a segunda categoria mais forte do país (absoluto B), com a expectativa de subir para a principal categoria (absoluto A). Subindo, também estarei representando a Bahia no Campeonato Brasileiro em dezembro, em Chapecó, Santa Catarina. Esse incentivo da Sudesb é muito importante porque somos carentes desse tipo de ajuda e é difícil viver do esporte aqui no país, assim como outros atletas”, pontua Iuki.

Uma das outras atletas com o apoio da Sudesb é Gabriela, que, além das passagens, também fez parte dos contemplados pelo programa de incentivo ao esporte do Governo do Estado, FazAtleta, no último edital. Ela também terá agenda cheia nos três dias pelas categorias lady, rating B e absoluto A – principal categoria feminina. Ela acumula mais de 20 títulos municipais, estaduais e nacionais na sua carreira, desde 2010. Na mesma competição de Iuki no Recife, ela ficou em 3º lugar na categoria lady.

Foto: Arquivo pessoal

“Fiquei muito feliz com esse último resultado na volta para o cenário nacional, com um retorno pesado psicologicamente. Agora, estou mais tranquila pelo reconhecimento das adversárias e seus tipos de jogo. Minha expectativa para essa competição é conseguir trazer uma medalha nacional na Bahia, principalmente na lady. Essa é minha vontade de fazer história. O apoio da Sudesb é muito importante para isso”, acrescenta Gabriela.

O presidente da Federação de Tênis de Mesa da Bahia (FTMB), Caio Souza, também salienta o apoio da Sudesb. “Estávamos bastante apreensivos aguardando as passagens da Sudesb e ficamos muito felizes que deu tudo certo novamente. Sem esse apoio, seria completamente inviável a ida dos nossos principais atletas – o primeiro colocado do ranking masculino geral estadual e a primeira ranking feminino estadual, a essa competição”.

Foto: Arquivo pessoal

Sobre as expectativas, conta que está confiante em grandes resultados. “É de extrema importância para ambos, especialmente com as competições Platinum da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa se aproximando – as principais do circuito nacional. Nossos atletas estão treinando intensamente, super empolgados e totalmente dedicados”, finaliza.

Jiu Jitsu – Seis atletas baianos vão disputar o Campeonato Brasileiro de Jiu Jitsu Kids, da Confederação Brasileira de Jiu Jitsu (CBJJ), em parceria com International Brazilian Jiu Jitsu Federation (IBJJF), no sábado, 22, e no domingo, 23. As irmãs gêmeas Stella Caroline e Carla Larissa, ambas de nove anos, vão viajar com apoio da Sudesb, disputando, respectivamente, as categorias super pesado (-48 kg) e pesado (- 45 kg).

Foto: Arquivo pessoal

Stella acumula títulos estaduais, além do bicampeonato Norte e Nordeste e dos vice-campeonatos brasileiro, sul-americano e internacional kids. Já Larissa possui títulos semelhantes, com exceção da medalha de bronze no internacional kids. Empolgada, a mãe das meninas, Carla Caroline Ferreira, também viaja como acompanhante.

“A expectativa é que as duas voltem com essa dobradinha de medalhas de ouro no maior campeonato de jiu-jitsu do mundo, que ó o brasileiro. Com apenas nove anos de idade, elas já têm títulos que muitos adultos e outras crianças da idade delas nunca alçaram antes. Elas estão treinando duro e focadas atrás do sonho delas”, comenta.

Foto: Arquivo pessoal

Benjamin Hércules, seis anos, é outro atleta apoiado. Apesar da pouca idade, ele treina há três anos e está invicto no ano pela sua categoria atual – mirim meio pesado. Na sua estreia no brasileiro kids, vai disputar a categoria mirim 2 peso médio, acima da sua.

“Enquanto as expectativas são as melhores possíveis, ele treina muito de segunda a sábado, tanto jiu jitsu como muaythai. Ele possui 28 medalhas ao todo, sendo tricampeão baiano e caminha para o quarto ano de liderança. Traremos muita experiência e, certamente, o ouro”, afirma, confiante, sua mãe, Priscila Araújo.

Foto: Arquivo pessoal

O presidente da Federação Baiana de Jiu Jitsu e MMA (FBJJMMA), Evandro Nascimento, acrescenta que os outros atletas são Caique Pereira, Sofia Pereira e Israel Adorno. Todos eles se destacaram nas competições da FBJJMMA, como primeiros do ranking, e, por isso, tiveram suas passagens solicitadas pela Federação e concedidas pela Sudesb, segundo o presidente.

“Esses atletas ranqueados entre seis e 14 anos têm chances de título, sendo um evento nacional de grande importância para o desenvolvimento da modalidade no estado. É a primeira vez que acontece o Campeonato Brasileiro de Crianças separado dos atletas juvenis, adultos e master. Foi necessária a alteração devido ao grande número de crianças inscritas em eventos anteriores. A expectativa para títulos é grande”, afirma Evandro.

Fonte: Ascom/Sudesb

Fonte: Clique aqui

O seu apoio mantém o jornalismo vivo. O jornalismo tem um papel fundamental em nossa sociedade. O papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro.

Compromisso com a Verdade, esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional.

Precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos

Deixe o primeiro comentário