Fortaleza derrota CRB e fica perto do título da Copa do Nordeste

Fortaleza derrota CRB e fica perto do título da Copa do Nordeste

O Fortaleza deu um passo importante na busca pelo título da Copa do Nordeste, pois derrotou o CRB por 2 a 0, na noite desta quarta-feira (5) na Arena Castelão, que está localizada na capital cearense, no primeiro jogo da decisão da competição regional.

Com o triunfo alcançado em casa nesta quarta, o Leão fica com o título mesmo se for derrotado na partida de volta, que será disputada a partir das 16h30 (horário de Brasília) do próximo domingo (9) no estádio Rei Pelé, em Maceió.

Tentando segurar o empate para tentar definir o título em casa, o CRB marcou forte nos primeiros minutos do confronto e impediu o Fortaleza de construir jogadas de ataque. Porém, com o decorrer do tempo a equipe alagoana cansou e passou a dar espaços para o time cearense, que não perdoou. Aos 40 minutos o atacante Moisés fez boa jogada individual antes de bater colocado para superar o goleiro Matheus Albino.

Oito minutos depois a equipe comandada pelo técnico argentino Juan Pablo Vojvoda conseguiu ampliar com Lucero, que bateu de primeira após receber cruzamento rasteiro de Tinga. Na etapa final o Fortaleza teve oportunidades claras de ampliar, em especial em duas finalizações de Lucero que o goleiro Matheus Albino conseguiu defender.

Já o CRB chegou a descontar aos 41 minutos da etapa final com Anselmo Ramon de cabeça, mas o lance foi anulado pelo juiz, com auxílio do VAR (árbitro de vídeo), por causa de posição de impedimento do atacante.


Fonte: Clique aqui

O seu apoio mantém o jornalismo vivo. O jornalismo tem um papel fundamental em nossa sociedade. O papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro.

Compromisso com a Verdade, esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional.

Precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos

Deixe o primeiro comentário