Jogador baiano que disputou por time do interior está entre os convocados da Seleção Brasileira Sub-15

Logo

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou na última segunda-feira, 27, a lista da Seleção Brasileira Masculina de Futebol Sub-15, com os atletas convocados visando a disputa da 14ª edição da Copa 2 de Julho de Futebol Sub-15. Entre os nomes, está o atacante baiano João Gabriel (Gabriel Veneno), 14, que disputou a 2 de Julho em 2023 com a Seleção do município de Santa Rita de Cássia, no oeste baiano.

No ano passado, Gabriel Veneno foi um dos destaques da equipe de Santa Rita de Cássia, campeã da Regional de Barreiras – uma das fases preliminares e classificatórias para a etapa nacional da Copa 2 de Julho –, e foi, em seguida, contratado pelo Atlético-MG, onde joga atualmente. “Eu estava em casa, quando um amigo mandou por mensagem no celular o print da lista da convocação. Na hora, eu comecei a chorar e fiquei sem acreditar. Uma emoção muito grande. Estou muito feliz”, disse o atleta.

Os 24 atletas chamados pelo treinador Dudu Patetuci farão um período de preparação na Granja Comary, em Teresópolis, no Rio de Janeiro, entre os dias 1º e 9 de junho. Os treinamentos na Região Serrana do Rio de Janeiro têm como foco a tradicional competição baiana, que será disputada entre 02 e 13 de julho. O Brasil é o maior vencedor do torneio, com três títulos (2009, 2010 e 2013) e foi eliminado na semifinal no ano passado pelo vice-campeão, o Flamengo, que perdeu o título para o Atlético-MG.

Foto: Ascom/Sudesb

Para Gabriel, voltar a jogar a competição baiana pela Seleção brasileira será a realização de um sonho. “Saí do interior da Bahia com um sonho. Este ano, eu retorno para jogar a mesma competição realizando este sonho. Será incrível”, finaliza Gabriel Veneno, que tem esse apelido por ter sido picado por uma cobra, quando tinha três anos.

Fase regional

O município de Santa Rita de Cássia está localizado no oeste baiano, distante cerca de mil quilômetros de Salvador. Segundo João Robério, diretor da seleção do município, “a Copa 2 de Julho foi um divisor de águas. Ano passado conseguimos a classificação para disputar a fase final em Salvador e conseguimos revelar, além de Gabriel, outros três jogadores: Raví, para o Santos; e Robert e Enzo Macapá para o Vitória. Este ano, conseguimos, novamente, a vaga na fase final”, disse.
Ele acrescenta a importância da disputa e classificação das equipes do interior do estado para a fase nacional, formato iniciado na 12ª edição do certame, em 2022. “Para nós, disputar a Copa 2 de Julho é uma oportunidade para as equipes do interior mostrar o trabalho e para os nossos jovens atletas serem revelados. Por ser democrática, a gente joga com grandes clubes do futebol nacional”, concluiu Robério.

Copa 2 de Julho 2024

A maior competição de futebol sub-15 do país, neste ano, terá a participação de 306 equipes com jogos sendo disputados em 16 regionais, mais a fase metropolitana e a fase nacional, quando reúne os campeões das outras fases, a Seleção Brasileira e os principais times do país. Do ano passado para este, a competição passou de 13 para 16 cidades-sedes, onde 16 equipes vão disputar o título e a vaga direta para a fase principal, em julho.

A Copa 2 de Julho de Futebol Sub-15, realizada anualmente na Bahia, tornou-se um marco no calendário esportivo nacional, servindo como um trampolim para jovens aspirantes a jogadores de futebol. O torneio, que é organizado pela Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), autarquia da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), com apoio da Federação Baiana de Futebol (FBF), tem sido uma vitrine para novos talentos proporcionando oportunidades para que os jovens atletas demonstrem suas habilidades e potencial.

Fonte: Ascom/Sudesb

Fonte: Clique aqui

O seu apoio mantém o jornalismo vivo. O jornalismo tem um papel fundamental em nossa sociedade. O papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro.

Compromisso com a Verdade, esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional.

Precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos

Deixe o primeiro comentário