Rodoviária: Em Simões Filho, prefeito “viaja” nas promessas, OS população passa por perrengues diários

MOBILIDADE URBANA: Trata-se de um cenário, cada vez mais caótico, em Simões Filho, mais uma vez, a esperança diante das promessas da atual gestão municipal, dita,  “Boa Terra Boa Gente”, transforma-se em um pesadelo, diante da cruel realidade  enfrentada pela população. A construção da rodoviária, tão prometida como solução para os problemas de mobilidade, revela-se um retrato vivo do abandono e da negligência administrativa da administração liderada pelo prefeito Diógenes Tolentino, Dinha.

Atualmente, os cidadãos enfrentam condições desumanas na busca por seu direito em utilizar os serviços de transporte intermunicipal. Sem estrutura adequada, são obrigados a se expor aos rigores do sol escaldante e das chuvas torrenciais, muitas vezes se arriscando ao caminhar até próximo ao posto da Polícia Federal, única alternativa para acesso aos ônibus, registros de assaltos e cenas de violência, fazem parte do dia-a-dia dos passageiros.

Em resposta à pressão popular e ao clamor por melhorias, prefeito Dinha, fez mais uma agenda pública, tendo como objeto a assinatura mais uma Ordem de Serviço (OS). Contudo, até o momento, foi colocado o tapume, sem a presença de funcionários, e como única presença no suposto canteiro de obras,  é uma máquina parada, servindo como testemunho silencioso da ineficácia das medidas anunciadas.

A situação chegou ao ponto em que até mesmo a EMBASA, empresa responsável pelo abastecimento de água e saneamento básico, segundo informações, Não Oficiais, ameaçar entrar com embargo contra a construção da dita Rodoviária, em virtude dos  dutos existentes no referido local. O embate entre interesses políticos e as necessidades urgentes da comunidade apenas intensifica o sentimento de frustração e desamparo entre os moradores.

Diante deste cenário de desespero, os residentes têm recorrido às redes sociais para divulgar suas angústias e denunciar o martírio diário enfrentado pela população. Fotos de condições precárias e relatos de indignação tornam-se virais, ampliando a pressão sobre as autoridades municipais para uma ação efetiva e responsável.

Vídeo – Redes Sociais, Assistam desabafo de Iago Alves, publicado nas Redes Sociais.

É imperativo que as promessas eleitorais se transformem em ações concretas e tangíveis para a melhoria da qualidade de vida dos cidadãos de Simões Filho. A construção de uma rodoviária funcional não pode ser apenas um slogan vazio, mas sim uma prioridade administrativa que respeite e atenda às necessidades básicas e urgentes da população.

A comunidade espera não apenas por palavras, mas por resultados tangíveis que garantam dignidade e segurança em suas jornadas diárias. O tempo de espera por uma solução adequada já ultrapassou todos os limites razoáveis. Constata-se, um oficial desrespeito ao conteúdo da Lei 995/2016, PDDM –  Plano Diretor de Desenvolvimento Municipal, até quando…?

 

 

Fonte: Redação Nacional

 

 

 

 

“O seu apoio mantém o jornalismo vivo. O jornalismo tem um papel fundamental em nossa sociedade.

O papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro.Compromisso com a Verdade, esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional.

Precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos”

Deixe o primeiro comentário