Segurança Pública: Brasil e Paraguai reforçam acordos de cooperação contra crime organizado

Assunção (Paraguai) – O ministro da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Lewandowski, foi recebido pelo presidente do Paraguai, Santiago Peña, em Assunção, para reforçar o acordo de cooperação entre o Brasil e Paraguai no combate ao crime organizado. Durante o encontro, Lewandowski e Peña formalizaram a ampliação de troca de informações entre da duas nações.

“Hoje, completamos dois novos acordos importantíssimos: um que diz respeito ao roubo de carros e outro sobre o tráfico de pessoas”, disse o ministro.

Diante de Peña e de autoridades dos dois países, Lewandowski destacou a importância da cooperação internacional. “A segurança pública é um fator absolutamente importante para a economia. É um insumo para a produção tanto quanto a energia elétrica, porque onde não há segurança pública, não há investimento interno e não há investimento internacional”, enfatizou.

“Brasil e Paraguai, agora, estarão juntos, caminharão lado a lado. Vamos combater com muita energia o crime organizado, a lavagem de dinheiro e, sobretudo, as ilegalidades que possam prejudicar as duas economias. E, certamente, o Brasil e o Paraguai haverão de trilhar caminhos convergentes, na medida em que o crescimento econômico do Brasil representará também o crescimento econômico do Paraguai”, finalizou Lewandowski.

NOVOS ACORDOS

Para o combate ao furto, roubo de carros e apropriação indébita de veículos no Brasil, que têm o Paraguai como um dos destinos, será criado um grupo de trabalho dedicado ao assunto. O objetivo é o intercâmbio de informações, o desenvolvimento de estratégias conjuntas e a coordenação de operações específicas para enfrentar essas atividades ilícitas, fortalecendo a segurança e a eficácia das ações policiais na região.

Em relação ao enfrentamento ao tráfico de pessoas, será formado um grupo de trabalho sobre a temática, com ênfase na proteção a mulheres e crianças. O objetivo é a troca de informações, a elaboração de políticas públicas e a coordenação de operações específicas para combater esse tipo de violação dos direitos humanos, fortalecendo a capacidade de prevenção e repressão ao crime na região.

ACORDOS REFORÇADOS

Os outros acordos que foram reforçados e estão em andamento:

  • Cooperação Bilateral em Estratégias de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro (Enccla);
  • Acordo de Cooperação entre a Direção Nacional de Imigração do Paraguai e a Polícia Federal do Ministério de Justiça e Segurança Pública do Brasil;
  • Operação Nova Aliança (ações de combate ao narcotráfico e à criminalidade organizada);
  • Capacitação de Agentes de Imigração em Prevenção de Delitos Transfronteiriços;
  • Coordenação de Estratégias Integradas entre Paraguai e Brasil sobre Comandos Bipartites na Fronteira;
  • Grupo de Trabalho Bilateral em Assuntos Penitenciários;
  • Grupo de Trabalho Bilateral Para Fortalecer Iniciativas de Combate ao Tráfico de Armas;
  • Grupo de Investigações Sensíveis Vinculado ao Comando da Polícia Nacional do Paraguai (PNP);
  • Fomento da Cooperação Policial no mbito do Mercosul Mediante a Criação de Equipes Conjuntas de Investigação;
  • Cooperação Bilateral Para o Combate à Lavagem de Dinheiro e ao Crime Organizado;
  • Capacitação em Análise e Investigação Financeira para o Combate à Lavagem de Ativos e ao Crime Organizado;
  • Intercâmbio de Conhecimentos sobre Técnicas de Investigação e Legislação para o Combate ao Crime Organizado;
  • Gestão e Destinação de Bens Apreendidos no mbito da Luta contra o Crime Organizado;
  • Doação de Helicópteros para Combate ao Narcotráfico.

Fonte: Ministério da Justiça – Foto: Divulgação / MJSP

“O seu apoio mantém o jornalismo vivo. O jornalismo tem um papel fundamental em nossa sociedade.

O papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro.Compromisso com a Verdade, esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional.

Precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos”

Deixe o primeiro comentário