Seleção Brasileira Sub-15 desembarca em Salvador para preparação visando a Copa 2 de Julho

A Seleção Brasileira Sub-15 desembarcou no Aeroporto Internacional de Salvador no final da tarde desta terça-feira, 25, visando a preparação para a 14ª edição da Copa 2 de Julho de Futebol Sub-15. O Brasil já inicia os treinamentos nesta quarta-feira, 26, no Estádio de Pituaçu, local no qual vai jogar pela primeira fase da competição.

Ao longo da semana, a Seleção também vai treinar nos Centros de Treinamento do Bahia, em Dias D’Ávila, e do Vitória, em Salvador. A estreia contra a equipe indígena do Gavião Kyikatejê, do Pará, será pela abertura da competição no Estádio de Pituaçu na marcante data da Independência do Brasil na Bahia, o 02 de julho, às 10h30, horário de todos os jogos da seleção canarinho da fase de grupos.

Além do jogo com status de ancestralidade, o Brasil também disputa a classificação para as oitavas de final contra o Atlético Mineiro e as seleções municipais de Eunápolis e Santanópolis. Elas fazem parte das 16 equipes campeãs da fase regional e classificatória para a nacional da competição organizada pela Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), autarquia da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre).

Baianos convocados

Ao todo, 26 jogadores foram convocados pelo treinador Dudu Patetuci e chegaram na capital baiana após período de treinos na Granja Comary, entre 1º e 09 de julho. Dentre eles, três são baianos – o volante Keven, do Bahia; o meia João Fernando, do Vitória; e o atacante João Gabriel, do Atlético Mineiro – e comentaram o que representa a Copa 2 de Julho de 2024 para eles.

Foto: Paulinho Santos – Ascom/Sudesb

João Gabriel, mais conhecido como Gabriel “Veneno”, inclusive, jogou a edição do ano passado por uma equipe do interior oriunda da fase regional – a Seleção de Santa Rita de Cássia – e chamou a atenção da equipe mineira atual campeã da competição. Agora, ele vai estar presente na disputas com a camisa amarelinha. “Minha expectativa é muito boa de conseguir o título pela Seleção Brasileira”, conta.

Natural de Conceição do Coité, o volante Keven é outro baiano convocado e empolgado. Ele já havia atuado no ano passado pela própria equipe do Bahia e acrescenta que a família vai para Salvador acompanhar as partidas e vê-lo jogando pela Seleção.

“Estou muito feliz pela convocação e por jogar pela segunda vez a competição. Dessa vez, pelo Brasil, é um sonho de criança em defender nosso país e ganhar uma experiência nova. Agora, é me preparar e, se Deus quiser, trazer o título para a Seleção. Ano passado, não veio. Mas, esse ano, vem”, comenta.

João Fernando também conta que está com boas expectativas e um bom sentimento de representar a Seleção jogando no seu estado natal. Ele é de Porto Seguro, no sul da Bahia. “Essa competição será a primeira de muitas pela Seleção. Espero ser convocado mais vezes. Por isso, quero dar o meu melhor. A metade da família vai poder vir e todos estão empolgados em me ver jogar a Copa 2 de Julho pela primeira vez”, pontua.

Foto: Paulinho Santos – Ascom/Sudesb

Expectativas

Além da Seleção Brasileira, 40 equipes advindas das regionais, da fase metropolitana, de mais 11 estados e de fora do país disputam o tradicional torneio nacional divididas em oito grupos com cinco times cada. Os dois melhores de cada grupo avançam às oitavas de final. O treinador da Seleção conta as expectativas no seu segundo ano de disputas após treinar o elenco na edição do ano passado.

“É uma geração muito promissora que tivemos contato no mês passado e esperamos que tenham um futuro de continuar nas categorias sub-17 e sub-20. Nosso objetivo é fazer uma bela competição e conquistar a Copa 2 de Julho. A Sub-15 é uma categoria de entrada. Mas, é um momento apenas. O atleta, ao retornar ao clube, precisa entender que é uma referência para seus colegas, com um comportamento e uma conduta exemplar dentro e fora de campo. É um processo de formação”, explica Dudu Patetuci.

Foto: Paulinho Santos – Ascom/Sudesb

Tricampeão (2009, 2010 e 2013), o Brasil é o maior vencedor da Copa 2 de Julho e foi eliminado no ano passado na semifinal pelo vice-campeão Flamengo. A competição está em sua 14ª edição e já foi sub-17 no seu passado. Atualmente, ela tem a participação de 306 times ao todo, tornando-se uma das mais importantes e maiores do cenário nacional tanto no nível sub-15 como das demais categorias de base.

O treinador explica a importância da competição e da convocação dos jogadores baianos. “A Copa 2 de Julho se consolida como uma das maiores competições sub-15. É muito importante a participação da Seleção Brasileira para que tenhamos a oportunidade de iniciar os atletas na primeira categoria que eles são convocados. A Bahia sempre foi um grande estado formador de atletas para o Brasil, com o Bahia e o Vitória, além de muitos profissionais. Estamos muito felizes com isso e sempre atentos.”

Promovida pela Sudesb, em parceria com o Ministério do Esporte, a Federação Bahiana de Futebol (FBF) e a Federação Baiana de Desportos de Participação (FBDP), a Copa 2 de Julho vai acontecer entre os dias 02 e 13 de julho em oito estádios de cinco cidades da Região Metropolitana de Salvador e do Recôncavo Baiano: Estádio de Pituaçu, CT do Vitória, campo do Wet’n Wild e Arena Parque Santiago, em Salvador; CT do Bahia, em Dias D’Ávila; Estádio Municipal de Cachoeira; Estádio Municipal de Lauro de Freitas; e Centro de Treinamento de Praia do Forte, em Mata de São João.

Fonte: Ascom/Sudesb

Fonte: Clique aqui

O seu apoio mantém o jornalismo vivo. O jornalismo tem um papel fundamental em nossa sociedade. O papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro.

Compromisso com a Verdade, esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional.

Precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos

Deixe o primeiro comentário