Práticas sustentáveis no BRT e Mané Dendê são apresentados em seminário – Secretaria de Comunicação

Práticas sustentáveis no BRT e Mané Dendê são apresentados em seminário – Secretaria de Comunicação

Foto: Jefferson Peixoto/Secom PMS

As ações de desenvolvimento sustentável desenvolvidas pela capital baiana através dos projetos do BRT e Mané Dendê foram apresentadas como cases de sucesso durante o evento “Inovação urbana rumo ao desenvolvimento criativo e sustentável – biodiversidade e cultura para a melhoria da qualidade de vida nas cidades”. A atividade é realizada pela Prefeitura de Salvador em parceria com o Banco de Desenvolvimento da América Latina e Caribe (CAF).

A programação em celebração ao Dia Mundial do Meio Ambiente, lembrado nesta quarta-feira (5), contou com a participação de autoridades nacionais e internacionais que atuam em defesa do meio ambiente e desenvolvimento social e urbano. O evento segue até quinta-feira (6), no auditório do Arquivo Público de Salvador, no Comércio.

Durante a abertura, o titular da Secretaria de Sustentabilidade, Resiliência, Bem-estar e Proteção Animal (Secis), Ivan Euler, destacou o planejamento e execução de ações do poder público municipal, a partir das diretrizes do Plano de Ação Climática de Salvador. O gestor lembrou os quatro eixos estratégicos do Plano: Salvador Inclusiva, Verde-azul, Resiliente e Baixo Carbono. Ao todo, são propostas 57 ações de curto, médio e longo prazos relacionados à mitigação e à adaptação climática, tendo como horizontes os anos de 2024, 2032 e 2049.

Mané Dendê – Entre os projetos que já estão em andamento em Salvador, o secretário destacou o viés ambiental do BRT e do Mané Dendê. “Para exemplificar esse plano de educação climática cito esses dois projetos de saneamento, urbanismo e mobilidade, que já têm a lente climática”, afirmou Euler. Para o secretário, o Mané Dendê, que já está 60% concluído, é o maior projeto desenvolvido na cidade, beneficiando mais de 45 mil moradores do Subúrbio Ferroviário.

“São diversas contribuições e melhorias para aquela região da bacia. Toda a população está sendo beneficiada por esse projeto que é pensado e adaptado para as mudanças climáticas. Em abril, tivemos mais de 800 milímetros de chuva e não tivemos nenhuma situação grave naquela localidade, que durante décadas sofreu muito em função da chuva”, exemplificou o titular da Secis.

O projeto do Mané Dendê promove a revitalização e recuperação ambiental da região, através de soluções baseadas na natureza, recuperando toda a margem do rio. “Esse é um exemplo de uma mente climática que está sendo usado no projeto desenvolvido pela Prefeitura”, frisou.

BRT – Ao apresentar o BRT, o secretário fez questão de destacar que o projeto foi pensado nos mínimos detalhes para ampliar e garantir um serviço de transporte público de qualidade, com base no respeito e no compromisso com a preservação do meio ambiente. O sistema contempla o uso de ônibus 100% elétricos que não emitem gases poluentes na atmosfera, a implantação de ciclovias no percurso, além da reestruturação do atendimento de transporte na região, reduzindo a quantidade de linhas que circulam nos trechos atendidos pelo BRT e a consequente redução no número de ônibus a diesel nestes locais.

Os efeitos da obra também incluem a melhoria dos alagamentos nas regiões das avenidas Antônio Carlos Magalhães e Juracy Magalhães. Para implantação do BRT, foram realizados o Estudo de Impacto Ambiental (EIA), e o Relatório de Impacto Ambiental (RIMA), além de audiências públicas no Ministério Público do Estado da Bahia, com a participação da sociedade que acompanhou todo o processo de licenciamento prévio concedido pelo Conselho Municipal de Meio Ambiente.

Programação – Logo após abertura do evento, a programação seguiu com o painel “Dia Mundial do Meio Ambiente e os desafios das cidades da América Latina e do Caribe”, mediado pela chefe do Escritório de Cooperação Internacional (ECI) da Prefeitura de Salvador, Nathália Peixoto. “Salvador tem se destacado no cenário internacional através de uma série de iniciativas com impactos estratégicos nas questões de sustentabilidade e meio ambiente. Ações que visam melhorar a qualidade de vida da nossa população, por meio de programas e parcerias que beneficiam diversas áreas, sempre pensando na adaptação global”, afirmou Nathália.

A programação segue até quinta-feira (6), discutindo os desafios das cidades, a transição climática e o uso de soluções baseadas na natureza, relacionando cultura, criatividade e turismo para a transformação sustentável da América Latina e do Caribe.

Fonte: Clique aqui

O seu apoio mantém o jornalismo vivo. O jornalismo tem um papel fundamental em nossa sociedade. O papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro.

Compromisso com a Verdade, esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional.

Precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos

Deixe o primeiro comentário