Secis realiza plantio de 2 mil mudas de coqueiro na orla do Jardim de Alah – Secretaria de Comunicação

Foto: Lucas Moura/Secom PMS

Duas mil novas mudas de coqueiro foram plantadas na manhã desta segunda-feira (17), na orla do Jardim de Alah. A ação foi realizada pela Secretaria Municipal de Sustentabilidade, Resiliência, Bem-estar e Proteção Animal (Secis), por meio do Sistema de Áreas de Valor Ambiental e Cultural (Savam), e tem o objetivo inicial de renovar a arborização da área para, em seguida, partir para outros pontos da capital baiana, a exemplo do coqueiral do Morro do Cristo, na Barra.

Para o engenheiro aposentado José Rebouças, 68 anos, frequentador assíduo do Jardim de Alah, é uma satisfação ver a região será novamente cercada pela vegetação. “Não tenha dúvida de que é muito gratificante ver o replantio dos coqueiros, que são marcas registradas desse trecho de orla. Com esse viveiro de mudas, a cidade deve ficar abastecida de novos exemplares durante muitos anos ainda, contanto que sejam bem cuidadas e conservadas da forma correta. Fico muito feliz em ver esse trabalho acontecendo”, declarou.

O titular da Secis, Ivan Euler, explicou sobre o processo de plantio das mudas no viveiro do Jardim de Alah. “Anteriormente, fizemos toda a preparação do local, além do cercamento de toda a área, com sistema de irrigação automatizado. Temos um poço dedicado ao viveiro, com esse sistema de aspersão, onde a água bate nas folhas para evitar o acúmulo de sal nas plantas”.

Processo – Neste momento inicial, a Secis realizou o plantio de 2 mil mudas, com o objetivo de, a princípio, replantar a região do Jardim de Alah para, em seguida, utilizar também em outros pontos da orla de Salvador, como o coqueiral do Cristo, na Barra, além de outros pontos, futuramente.

“Contamos com o apoio da população, pois precisamos manter este cercado enquanto as mudas ainda são frágeis, com previsão de retirada quando as árvores estiverem mais fortes e crescidas. Essa é uma iniciativa importante para a arborização da cidade “, completou Euler.

O diretor do Sistema de Áreas de Valor Ambiental e Cultural (Savam) da Secis, João Resch, lembrou que o plantio dos coqueiros é um complemento das atividades, juntamente com o viveiro de plantas de restinga na orla litorânea da capital baiana. “As ações seguem em paralelo à Operação Chuva, recuperando o coqueiral do Jardim de Alah e demais trechos da cidade que necessitem o plantio desse tipo de vegetação”.

Este é o segundo viveiro de plantas de Salvador, sendo o primeiro focado exclusivamente em coqueiros. O outro, localizado na Praia do Flamengo, é dedicado a conservar as plantas da restinga, que é um tipo de vegetação rasteira e arbustiva, nativa do local, e são geralmente encontradas na beira da praia, a exemplo de cactos, bromélias, sumarés, salsão-da-praia e samambaias, dentre outras.

Reportagem: Ana Virgínia Vilalva e Eduardo Santos/Secom PMS

Fonte: Clique aqui

O seu apoio mantém o jornalismo vivo. O jornalismo tem um papel fundamental em nossa sociedade. O papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro.

Compromisso com a Verdade, esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional.

Precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos

Deixe o primeiro comentário